Florais de Bach: Como são feitos

Tempo estimado de leitura: 2 mins

Dr. Bach desenvolveu duas técnicas para criar os florais transmitindo a vibração das flores para a água criando assim as tinturas mãe.

Inicialmente todos passam pelo mesmo processo onde são colhidas as flores direto em uma tigela de vidro fino transparente cheia de água mineral pura sem que haja qualquer contato com a planta.

O primeiro método para a transferência da vibração das flores para a água é feita com as flores mais delicadas que envolve flutuar as flores na água deixando a tigela com as flores sob a luz do sol por três horas.

E para as plantas mais lenhosas e as que florescem quando o sol está fraco ele criou o método de ebulição que consiste em fervura das partes floridas da planta por meia hora em água pura.

Nos dois métodos, o calor transfere a vibração das flores para a água. A água é então filtrada e uma quantidade de conhaque é adicionada a ela como conservante. Criando assim a tintura Mãe.

A partir da tintura Mãe é feito os florais encomendados nas farmácias de manipulação. Chamamos de Buque os florais encomendados onde contém mais de uma espécie de floral em um frasco de 30 ml, são indicados pelos terapeutas florais ao cliente no máximo 6 florais como ensinado pelo Dr. Bach para ter um melhor resultado no tratamento.

A diluição da tintura Mãe é feita na proporção de duas gotas de cada tintura mãe para uma diluição de 30 ml que contém água mineral pura e um conservante que pode ser Brandy ( conhaque) ou vinagre de maça, ou glicerina (açúcar) o cliente também tem a opção de não utilizar nenhum destes conservantes e manter apenas a diluição em água mineral pura, porém esta opção tem uma validade curta não sendo indicado para os tratamentos em geral que tem em média duração de 3 meses onde cada frasco de 30 ml durante o tratamento dura em torno de 3 a 4 semanas.

Fazer os florais é um processo simples porém necessita de conhecimento e dedicação, requer preparação especial, conhecimento dos processos de que cada planta precisa passar, o momento de colheita correto para cada uma delas.

Dr. Bach ensinou cada detalhe de como fazer o floral, que não se deve manusear as flores, pelo fato de que ter o contato com elas pode alterar na vibração das flores e por fim no floral e estas vibrações devem ser apenas das próprias flores.

Deve ser feito em uma manhã ensolarada e sem nuvens. Enchendo uma tigela pequena de vidro fino com água pura e, em seguida, gentilmente fazer um corte para colher as flores deixando que elas caiam diretamente na superfície da água, se for necessário deve se cobrir a palma da mão com uma folha larga para poder inclinar as flores na água sem tocá-las. Deve manter a calma e não se apressar e agradecer. à planta ou à árvore quando terminar.

Dr. Bach deixou instruções para que qualquer pessoa pudesse fazer seus próprios florais, nunca os patenteou ao invés disso publicou como faze-las, primeiro nas edições de  Os doze Curandeiros e outros remédios e, posteriormente, no livro de Nora e Victor, (ilustrações e preparações).

Os florais continuam sendo feitos como foi ensinado pelo Dr. Bach e diluídos da mesma forma nas farmácias de manipulação, uma tradição que se mantém permitindo termos em cada franco o amor em forma de vibração da natureza.

Deixe um comentário sobre o artigo:

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.